CultureLab • Seminário

X-CENTRIC FUTURES – DEBATE #4

Bahar Noorizadeh: After Scarcity + The Red City of the Planet Capitalism

Exibição e discussão dos filmes de Bahar Noorizadeh, After Scarcity (2018) e The Red City of the Planet Capitalism (2021) seguida de uma conversa com a realizadora moderada por Erik Bordeleau.


Como poderíamos usar a computação para nos tirar do nosso estado de feudalismo digital actual e rumar em direcção a novas utopias possíveis? After Scarcity (31 min. 2018) é um vídeo-ensaio de ficção científica que acompanha cibernéticos soviéticos na sua tentativa de construir uma economia planeada totalmente automatizada. Voando através de enxames de pontos flutuantes delineando mosteiros e ruas de cidades, After Scarcity revisita décadas de história para propor que os passados contingentes podem tornar os futuros fictícios mais reais, mostrando-nos que o socialismo digital era inato à revolução comunista e que a computação não significa que estejamos condenados à tirania actual da total “financeirização”.

Bahar Noorizadeh

Bahar Noorizadeh é uma artista, escritora e cineasta. A sua investigação examina o avanço histórico da actividade especulativa e as suas políticas derivadas na arte, vida urbana, finanças e filosofia. Noorizadeh é a fundadora de Weird Economies, uma plataforma artística online que traça imaginários económicos extraordinários aos arranjos financeiros do nosso tempo. O seu trabalho apareceu no Pavilhão Alemão, Bienal de Arquitectura de Veneza 2021, Programa Tate Modern Artists’ Cinema, Festival Transmediale, Plataforma de Arte DIS, Fórum Berlinale Expandido, e Bienal de Imagens em Movimento de Genebra, entre outros. Noorizadeh contribuiu com ensaios para o e-flux Architecture, Journal of Visual Culture, e para as próximas antologias da Duke University Press e Sternberg Press. Noorizadeh prossegue o seu trabalho como doutoranda em Arte na Goldsmiths, Universidade de Londres, onde detém uma bolsa de doutoramento SSHRC.

Este evento terá lugar no âmbito das atividades do seminário de investigação X-Centric Futures (CultureLab/IFILNOVA), coordenado por Giovanbattista Tusa, e foi desenvolvido em parceria com Centro Cultural Carpintarias de São Lázaro.


Entrada livre, mediante reserva: reservas@csl-lisboa.pt.

Mais info
O seminário de investigação X-Centric Futures, coordenado por Giovanbattista Tusa, propõe-se expandir o pensamento crítico das ciências humanas e sociais para além das tradicionais orientações eurocêntricas.

A missão do grupo é aprofundar e alargar a compreensão das teorias críticas que surgem nos diferentes espaços e tempos que compõem o mundo que habitamos, contestando pressupostos consolidados de investigação e as metodologias utilizadas na análise, e privilegiando estratégias críticas de pensamento que geralmente não entraram no debate académico.

O pressuposto fundamental para as nossas investigações é que não há uma humanidade a vir, mas sim uma multidão de diferentes humanidades com diferentes futuros, bem como com diferentes passados, cuja exploração implica o desenvolvimento de novos quadros teóricos e categorias.

O seminário de investigação X-Centric Futures tem como objectivo o desenvolvimento de práticas críticas rigorosas que vão além da interdisciplinaridade académica. Um espaço para a criação e a agregação transnacional dos artistas, pensadores, investigadores de diferentes contextos, as principais áreas de investigação de X-Centric Futures englobam desde os marxismos críticos aos estudos pós-coloniais, passando pelas culturas visuais e sensoriais e feminismos, bem como as ecologias e a estética. Todas elas coincidem numa redefinição do pensamento crítico numa era planetária.

Os principais objectivos da investigação X-Centric Futures são:

– Conceber e promover programas inovadores que integrem teorias emergentes em perspectiva planetária, utilizando novos quadros políticos e categorias de pensamento.

– Ajudar indivíduos e comunidades a reflectir sobre as implicações da transformação e facilitar processos de percepção crítica que permitam planos e acções a longo prazo.

– Promover o florescimento de projectos de investigação sobre movimentos sociais e protestos sociais, ecologias, estudos visuais, constelações políticas, e futuras comunidades x-cêntricas.

As actividades de investigação e disseminação incluem o PROGRAMA AVANÇADO X-CENTRIC FUTURES, uma série de seminários e workshops públicos que se realizarão tanto em formato presencial como à distância, dando a oportunidade às pessoas distribuídas em diferentes espaços de se conectarem e participarem nas discussões, e um grupo de leitura liderado por estudantes em Lisboa. Esta fase do seminário de investigação terá início em Outubro de 2021 e decorrerá até Junho de 2022.

No final do período bienal (2021-2023) Giovanbattista Tusa e Bartholomew Ryan irão editar uma colectânea de textos com o título “X-Centric Futures”, que apresentará as diferentes intervenções, reflexões e práxis que surgiram durante o processo de investigação.